quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Vaidade


Tu és aquilo que sou
e responsável por aquilo
que não consigo ser.
Tu és Eu Sou,
por isso te adoro.
Por que em ti
está escondido
minha vontade,
em ser o que deveria
ser e não sendo
o que realmente sou.
Reflito em ti o que
existe em mim.
Nada além
de mim mesmo,
procurando
a mim próprio.
E por isso sempre
perdido na minha
Auto-Imagem ofuscada,
pelo desejo de ser
o que não sou.
Quando me encontrar
perder-me-ei no teu
Infinito Ser que transcende
meu limitado querer.
E assim sendo, será?


quinta-feira, 31 de maio de 2012

missio eclesiae


A minha busca antropocêntrica
Tornou minha vida teocêntrica
Eu fui seduzido no Querigma
Eu Te conheci na Koinonia
Eu Te experimentei na Martíria
Eu me encontrei na Diaconia
E o meu eu tornou-se teu
Pois o teu amor é maior que o meu
E porque me amou sendo Deus
Eu vivo a fé na vida que me ofereceu


terça-feira, 22 de maio de 2012

Eternidade


Se perder a fé
Vou andar a pé
Caminho à frente
Planto sementes
Morro a cada dia
Vivo a cada alegria
Na estrada que andei
Coisas boas eu deixei
Eu não encontrei flor
Mas plantei amor
Os meus descaminhos
Serão os teus caminhos
E se te fiz sorrir
Valeu à pena existir
O brilho do teu olhar
No tempo vai se eternizar

quarta-feira, 16 de maio de 2012

A Meta



  
qualquer caminhar

leva a nenhum lugar

você pode errar

e pode voltar

só não pode parar

você pode antecipar

ou então esperar

só não pode lamentar

antes de andar

onde quer chegar?

Você pode pensar

até mesmo planejar

só não pode duvidar

ninguém vai alcançar

se não souber sonhar

ninguém vai amar

se antes não se realizar.

sábado, 12 de maio de 2012

Mamãe



Tu és a mais bela forma de amar,
pois amas mesmo quando não és amada.
Consegue a proeza de padeceres no paraíso
e fazeres de tua árdua missão um eterno sorriso.
Se calas! Todos ao seu redor se incomodam.
Se pronuncias com aspereza, todos se calam.
Consegues transformar uma das piores dores,
em momentos mágicos de amores.
Na infância és nossa heroína,
na adolescência és toda incompreensão.
Traz em sua história as marcas do cansaço,
mas sempre tens tempo para um abraço.
Nas tantas noites mal dormidas
a preocupação pela vida que gerastes.
Se trazes contigo algum vício,
este és o de amar sem benefícios.
Entre as criaturas humanas és a mais sagrada.
Intocável, insubstituível e sempre eterna.
É impossível não te amar.
É impossível não te admirar.

M eus sinceros sentimentos
A  ti mais bela criatura
M eus sinceros agradecimentos
à  tua delicadeza e candura
É  o que deseja o fruto de seu consentimento.

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Beija-Flor


Em casa tem um jardim
Que cuida de mim
Eu o trato com carinho
Ele embeleza meu cantinho
Lá onde faço meu ninho
Repouso bem juntinho
Dos meus filhotinhos
Mas é ela com seu jeitinho
Que me faz tão mansinho
Voar como um passarinho
Todo dia com muito amor
Para tocá-la como beija-flor

07/05/1994 a 07/05/2012
     18 anos juntos

sexta-feira, 4 de maio de 2012

Onde mora o amor?


















O amor procura morada
Fora abandonado por nada

O amor procura o amado
Não pode ser mensurado

O amor não tem onde repousar
Não quer o céu, a terra e o mar

O amor não é fruto passageiro
Não aceita mentira...  é verdadeiro

O amor não quer ser só paixão
Não pode ser apenas emoção

Ele não aceita viver no quadrado
Muito menos ser mascarado

O amor extrapola a lógica
Não é uma ilusão de ótica

Sua morada se faz no coração
Equilibrando a fé e a razão

Quem não aprendeu a amar
É uma alma pobre...  sem lar

Onde mora o amor
A alegria afasta a dor

terça-feira, 1 de maio de 2012

Máximas 2


Ruah

O beijo carinhoso do Pai
Um gesto de linda ternura
O sopro vital de Vida
Na mais amada criatura



Onde Deus está?

Não procuramos
Onde Deus está
O receio não permite
Pois temos medo
De perder a fé.

Banalização da fé

A banalização da fé
É o caminho seguro
Do descompromisso
De viver a fé!


Prostituição Religiosa

Não confunda
a noiva
Com a prostituta
A primeira vem acompanhada
Do noivo
A segunda do prostituto!
A primeira esta acompanhada
Da festa nupcial
A segunda
Do show da fé!
A primeira tem um compromisso
Com o noivo
A segunda com
O dinheiro.



Apenas um sopro


No princípio era um sopro do Espírito
 logo recebeu uma denominação

 para depois ser engaiolada
como movimento

para enfim transformar-se
em espetáculo da fé!



 A igreja existe

Ela é silenciosa
E Virgem
Como Maria
E está entre
Os pequeninos
Deixa ela quieta
Não conte pra ninguém
Ela pode tranformar-se
Em movimento eclesial
E perder sua virgindade.

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Redoma






















Descobri que me escondo dentro de uma redoma
Uma do tipo casca dura, construída com pedras
Pedras bonitas outras feias de todas as formas
Que eu recolhi durante a vida em meios as pedradas

É um costume que tinha desde a minha infância
Era um colecionador de pedras de todos os tipos
Eu parei de colecionar quando perdi a inocência
Na redoma aprendi que guardá-las não havia sentido

Eu as guardava cuidadosamente em meu coração
Não havendo mais espaço eu as expelias pela boca
Como a redoma virou uma fuga de proteção
Agora simplesmente me silencio e me escondo

Na minha redoma que construí a duras pedradas
Eu choro a exaustão, choro todas as minhas dores
Emocionais, físicas e espirituais; feridas não curadas
Na esperança de encontrar-me em mim mesmo

Preciso fazer urgente uma faxina no meu coração
Então poderei guardar nele coisa boa sem azedar
E com certeza as pedras nunca mais me atingirão
Assim ficarei livre para conhecer e viver o amor 



quinta-feira, 26 de abril de 2012

Discípulos de Emaús




A ordem é caminhar no sentido Jerusalém.
Eles desobedientes não disseram: Amém!
Caminhavam em direção à cidade de Emaús.
Encontraram um “forasteiro” chamado Jesus.
Os olhos estavam vendados pelo dilema:
enxergar a derrota e valorizar o problema.
A morte caminhava com a Vida, e não sabia.
Assim caminhava a tristeza com a alegria.
Caminhava o desespero com a esperança:
a realização da promessa da Nova Aliança!
O que falavam e porque tanto abatimento?
Cléofas  diz o motivo do entristecimento:
“Mataram o Profeta Jesus de Nazaré,
 era poderoso na palavra, em obras e fé.
Os nossos sumos sacerdotes e magistrados
 o entregaram para ser morto crucificado”
Jesus respondeu com indignação:
“Ó gente sem inteligência e tardo de coração”.
Não tem sentido a paixão sem a vitória.
É pela cruz que Cristo entrou na Glória.
Não existe a Ressurreição sem a cruz.
Não existe vida sem a presença de Jesus.
O Mestre foi lhes ensinando as Escrituras.
Eles sem notarem recebiam a cura.
Chegaram à aldeia e já declinava o dia,
convidaram-no a entrar em sua hospedaria.
Insistiram dizendo: “Fica Conosco Senhor!”
E sem perceberem, acolheram o Amor.
Jesus sentou-se à mesa e o pão abençoou.
Partiu o pão, serviu-lho e se revelou.
Seus olhos não estavam mais vendados,
reconheceram o Cristo Ressuscitado.
O Caminho e a Palavra se fizeram Pão.
A Eucaristia partilhada se fez Comunhão.
Eles então não demoraram a perceber,
o que no princípio não conseguiram ver:
“No caminho nosso coração não se abrasava,
enquanto as escrituras ele explicava?”
Levantaram-se e obedientes agora,
caminharam para Jerusalém na mesma hora.
Lá encontraram a Igreja reunida.
Primeira comunidade unida.
O que para eles era uma novidade,
para os apóstolos era uma realidade:
Jesus de Nazaré Ressuscitou e está Vivo.
É no Caminho que minha fé eu revivo!

sábado, 21 de abril de 2012

Tempo de Deus



Vejo gente sem esperança,
tratando a vida como criança.
Alegando perda de oportunidade,
como se aqui fosse a eternidade.
Possuem medo da inovação,
recusam todo tipo de renovação.
Não se abrem para a novidade,
tratam o diferente como promiscuidade.
Não lhe permitem o direito da dúvida
e não aceitam a fraqueza na vida.
São pessoas sem noção de tempo,
presa e escrava só de um momento.
É uma batalha entre Kronos e  Kairos.
Entre o agora, o que passou e o após.
Kronos um tempo feito relógio,
de atividades, atrasos , cronológico.
Um tempo pelo qual a qualidade
é sinônimo de produtividade.
Tempo linear, mensurado, inteiro.
Tratado como “tempo é dinheiro”.
Assim como deus Kronos os filhos engolia,
assim o tempo nos engole todo dia.
É pecado estar parado.
O enfermo está atarefado.
Kairos é um tempo interior,
da alma, do espírito, do amor.
Um tempo e ritmo próprio.
Tempo de respeito ao próximo.
É aquele momento certo,
oportuno e sempre aberto.
É o tempo existencial,
tempo eterno, em potencial.
Algo especial que acontece.
O agora que importa e que se enaltece.
O Kairos é quem faz sentir e ver
a natureza, as pessoas, o sol nascer.
Viver o tempo como presente.
Purificando o corpo e a mente.
Kronos é o tempo limite, humano.
Kairos é o tempo de Deus Soberano.
Kairos é o tempo que alimenta a alma.
Kronos é o tempo que devora a calma.
kronos é um tempo quantitativo.
Kairos é um tempo qualitativo.
Então não perca tempo,
viva com paixão este momento.
Viva o tempo de Deus.
À tristeza dê adeus.
Tempo em Plenitude.
Tempo de novas atitudes.
Tempo é questão de escolher,
escolha então viver.
Decida hoje pela sua felicidade,
para que amanhã se faça eternidade!

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Árvore da Vida


Árvore da Vida,
que eu não insista
diante dos frutos,
continuar obcecado
pelo fruto proibido.
Valorizar o pecado
E subjugar a Graça.
Que eu me permita,
não ser afeccionado
a tara do pecado,
subjetivo à condenação.
Que eu tenha fé suficiente,
para entender que no paraíso,
havia tantas árvores boas,
para não valorizar a única má.
Numa fixação na transgressão,
como metanoia de conversão.
Obcecado pelo derrotismo
ao invés de cantar Vitória.
Que a religião não seja um peso,
e que minha fé me faça livre
para andar no amor e na graça,
sem buscar mais nada,
sem entender mais do que posso,
sem querer saber tua vontade.
Como o Senhor próprio disse:
“Que te importa?
Quanto a ti, vem e segue-me”.
Pois em tua presença,
encontro minha sintonia
com a própria vida
E sem que eu sinta
que o curso da minha vida,
está correndo no leito
do rio da tua própria vontade:
Que eu viva minha missão
Amar como Tu me amas!
Pra que mais?
Pois quem ama não peca,
e o amor me faz enxergar
que o teu bendito fruto
é o mais saboroso de todos.
É Vida para todos!
É Vida em abundância!

domingo, 15 de abril de 2012

Religião e Contradição



























Alguém pode me dizer
Como alguém que diz crer
Em nome de sua fé
Sai por ai dando pontapés
Sentam no trono do Eterno
Mandando gente para o inferno
Agem com preconceitos
Baseados em tantos conceitos
Coam uma mosca com zelo
E engolem um camelo
Levantam bandeiras em defesa da vida
E calam-se diante das injustiças
Dizem serem canais da salvação
E agem como discípulos da condenação
Falam de Deus o tempo inteiro
E curvam-se diante do dinheiro
Levam as pessoas para a mão do Criador
Na medida em que omitem a face do Senhor
Dizem ser da Igreja, submissos
E diante das injustiças, são tão omissos
Usam da Noiva para prostituir
E do Noivo, para presentes adquirir
Agigantam-se dentro da televisão
E apequenam-se na compaixão
Dizem ser mensageiros
Mas são ventos passageiros
Parecem serem tão geniais
Mas são frutos artificiais
Jogam pedras nas igrejas
E são de vidros suas telhas
As palavras podem convencer
Mas é o testemunho que faz crer
Se existem tantas discussões
Penso que faltam atos e convicções
Pois enquanto houver injustiça
A igreja é no amor, uma virgem noviça
E o noivo ainda não desposou
Àquela que na vida não amou
E eu sou um prostituto confesso
Pois minha fé, pouco professo...

sábado, 14 de abril de 2012

Minha Primavera


Eu apagarei mais uma vela,
fruto de mais uma primavera.
A cada vela que se apaga,
uma gratidão que se propaga.
Neste comum dia, porém especial,
numa sexta-feira de um dia normal,
eu nasci com quase cinco quilos,
loirinho de olhos azuis, “bicho grilo”.
As enfermeiras não me tiravam do colo,
de mãos em mãos me mostravam, sem dolo.
O nono filho de Miltom e da corajosa Regina,
que teria mais três filhos: dois meninos e uma menina.
Nasci às 23:00 horas no hospital da Cidade de Jundiaí
e fui morar por 28 anos com meus pais na Vila Rami.
Comemoraria comigo aniversário,
Leornardo da Vinci, o visionário.
Por isso neste dia é dia do desenhista.
Imperfeito, nasci defeituoso de uma vista.
Também neste dia o papa Paulo VI, decretou:
O Dia Mundial das Vocações e memorou:
pedindo novos missionários e vocacionados:
Clero, pais, e em especial jovens encorajados,
para ouvirem Deus os chamando pelo nome,
a fim de serem pescadores de homens.
O Papa deu sua Benção Apostólica, em especial
a todos que se ajuntariam nesta esperança celestial.
Sua benção caiu sobre minha cabeça e meu coração,
este chamado me fez viver Deus em minha missão.
 Não precisa nem dizer que sou feliz por existir,
e por nunca do teu amor, Senhor, desistir.
O que me preocupa hoje não é o que eu já fiz.
Mas se tenho a humildade de permanecer sempre aprendiz.
Ou quantas coisas pela minha covardia, deixei de fazer,
mas o que eu posso ainda de bom oferecer?
Perguntar a mim mesmo, sem máscaras e conceitos,
se minha vida é uma relação de amor e respeito?
Pois creio que mais ateu que o descrente que assume,
é os crentes que soberbamente se presume.
Que eu possa neste dia em que, me foi concedida a vida por Deus,
 não ser desencanto, para aqueles que iludidos se professam ateus!
O que me alegra é que neste dia, comemoro meu aniversário,
celebrando a Festa da Divina Misericórdia, recitando meus pecados, feito rosário!
E viva a Vida
Tão querida  
Tão sagrada
Tão desrespeitada
Viva na sua totalidade
Assim como na igualdade
Pois não pode haver vida
Se ela for ferida
Nos seus direitos
E nos seus conceitos
Viva-a na amplitude
Vida em plenitude!

15/04/1966

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Aborto


A vida é feita de escolhas
A morte também
A liberdade tem um limite:
A vida de alguém!
Ao decidir por você
Não use de covardia
A morte do inocente
É ausência de alegria
Se ele não pôde sorrir
Se ele não pôde amar
Que direito é este
Que lhe permite matar?
Bendito é o fruto
Do seu ventre
Vida preciosa e sagrada
Ser Indefeso, feito gente!

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Oração diante da cruz



Senhor, diante de ti venho me prostrar.
No teu gesto de amor e doação,
venho aprender o que é realmente amar!
Humilhado, peço-te a minha conversão.

Em ti vejo a minha miséria e pequenez,
o quanto ainda não sei acolher.
Perdoa minha omissão e insensatez,
pelo irmão que sofre e não consigo ver.
                       
Na entrega total e plena da tua vida,
sendo aniquilado e seu sangue derramado,
libertastes e curastes minhas feridas.
Dando-me a certeza que por ti sou amado!

Olhando e orando diante da tua cruz,
vejo todos os marginalizados e oprimidos.
A cada pobre que encontro, vejo a ti Jesus
e a cada encontro contigo, sou redimido.
                       
Venho então agradecer pelo caminho
que escolhestes para nos resgatar.
Através do teu terno e grande carinho
trouxe-me a esperança ao ressuscitar.

Aceito resignado meu sofrimento e dor,
reajo com a força da tua ressurreição.
Peço-te que me ampare através do teu amor,
para que eu cumpra com a minha missão!

Ninguém me amou com tanta intensidade
como me amastes, dando a vida por mim.
Em ti encontro meu valor e dignidade,
Tu és minha vida do início ao fim! 

terça-feira, 3 de abril de 2012

Escreve em mim, Senhor


Escreve em mim, Senhor
um novo mandamento:
Amar como ama o Amor,
grava-o como aditamento.

Acrescentando no coração,
esta fonte feito Tábula.
De uma única convicção:
Fé é vida e não fábula!

Ensina-me, Doce Sabedoria
que a melhor forma de amar
é a verdadeira alegria
de poder o amor doar.

Que eu simplesmente ame,
sem esperar ser amado,
mesmo que pareça infame
como foi o Amor Crucificado.

Pobre Filho Predileto


Como posso compreender,
se não está no coração?
Como posso entender,
se por eles não fiz opção?

Se eles não podem entrar,
Deus ali não está presente.
E se neles eu não pensar,
O Bem Comum será ausente.

É uma escolha preferencial,
nem única e nem excludente.
Porém se faz primordial,
pois a ação é emergente.

O compromisso de Igreja,
é o de Jesus Cristo.
Que a justiça assim seja,
sempre aos mais excluídos.

E por ser radicada nas Escrituras,
é uma opção firme e irrevogável!
Evangelizá-los com ternura,
é um ato a Deus agradável.

quinta-feira, 22 de março de 2012

Amizade


Não precisa ser do tamanho de uma montanha
Nem que ultrapasse todo o universo
Não precisa ter a intensidade do sol
Nem brilhar mais que as estrelas
Não precisa vir acompanhada de promessas
Nem de presentes e doações
Nem me encher de elogios e admiração
Não precisa me provar nada
Basta apenas ser assim
Do jeito que você é....
De alma tão grande
Tanto quanto teu coração
Pois maior que teu coração
Só mesmo minha gratidão!

quarta-feira, 21 de março de 2012

Para falar de amor




Pedes-me para falar de amor.
Levar uma palavra de esperança,
porém me sinto tão inferior.
Minha fé é ainda uma criança,
que insiste em não crescer.
Teimosamente se faz pequenina,
a cada dia e a cada amanhecer;
tentando reagir na vespertina
e desistindo ao anoitecer.
Como pode um vaso de barro,
carregar tão precioso tesouro?
A palavra é um ato tão caro,
se falar é prata, silenciar vale ouro!
Porque tenho que falar,
se não tenho o que dizer?
Às vezes prefiro calar,
do que maldizer!
Porém, posso ser medroso,
mas não sou tão louco
para negar teu amor misericordioso,
que faz tanto bem, com meu pouco.

quinta-feira, 15 de março de 2012

Falta de Unção


Quando lhe faltar conhecimento
Quando lhe faltar conteúdo
Quando lhe faltar unção
Dá um murro na mesa
E solte um berro
Dramatize
Exagere nos testemunhos
Distribua sinais
E frases de auto ajuda
Ou de efeitos
Cante muito
Você vai ludibriar
Seus ouvintes
Eles partirão vazios
E cheios da sua ignorância.

Jesus está a venda?





















Se Judas vendeu Jesus por trinta moedas de prata,
por quantos milhões se têm vendido Jesus hoje?
Por quantas promessas de prosperidade,
têm-se vendido hoje?
Por quantas imagens, águas bentas, arcas da aliança,
lenços fedidos a suor, sacramentos...  têm-se vendido hoje?
Quantos CDs e livros Ele vale?
Por quantas estruturas, curas e milagres e shows da fé,
Ele está sendo vendido?
Por que vender se Ele se deixa encontrar e está próximo
e eu O posso tocar como que às apalpadelas?
Por que se ele está no pão sem sabor e de cor branca,
o adornam a ouro para adorá-Lo?
Se acreditam, por que o vendem a preço
de um voto de pobreza não cumprido
ou de um ideal de fundação abandonado?
Se quem deveria educar, vendeu também
a alma por algumas moedas?
Ao invés de viverem por Jesus,
vivem ricamente à custa de Jesus?
E se aproximam dos pobres,
para viverem como nobres?
Se Cristo está vivo,
porque o crucificaram
por de trás de uma ganância desmedida,
em uma falsa verdade:
evangelizar a todo custo?
Tudo isso faz-me lembrar de uma
frase de Jesus:                                                                                                           
“Acaso achará fé sobre a terra?”


Ideologia




Para fazer parte de um movimento,
aprendi que é necessário limitar-se.
Ter uma bandeira e um slogan,
Defender apenas uma verdade.
Agir menos e filosofar mais.
Fazer cara e jeito de intelectual.
Acreditar que somos do bem,
enquanto os outros são do mal.
Aprendi que posso questionar tudo,
menos a teoria deste grupo.
E muito menos seus líderes.
Fazer parte de um movimento,
tem sua dualidade:
Os que são do baixo clero
E os do alto clero.
Quanto menor, maior convicção;
menor conhecimento, maior ingenuidade.
Quanto maior, menor comprometimento;
maior interesse, menor prática.
Aprendi que teoria e utopia
pode não encher a barriga,
mas inflama o ego.
E quanto mais cego,
mais fiel serei.
Só uma coisa no movimento
que eu não aprendi e não entendi,
e se entendi não sou louco de assumir:
Porque será que só os ingênuos
carregam o fardo da ideologia?
Enquanto os idealizadores
banqueteiam-se com mordomia?

Jesus Indignado



Já li a bíblia inteira,
já ouvi a respeito dela
muito asneira
E muita coisa bela!

Mas o que mais me toca,
são as palavras de Jesus,
quando ele se invoca
com os “filhos da luz”.

Suas piores correções
e suas advertências,
tinham apenas uma direção:
os que professavam uma crença.

Não sei se foi coincidência
Ou um mero acaso,
os religiosos decretarem a sentença
de morte ao Cristo Crucificado!

Se professar uma religião,
não for amor correspondido
e caminho para libertação;
então só pode ser tempo perdido!

Se crucificar foi uma atitude demente,
Mantê-lo ainda hoje morto,
pela hipocrisia de nós crentes,
é insistir em um “erro imposto”.

Quanto ao gesto de Jesus,
por amor incondicional,
morrer naquela cruz,
foi libertação total!


Ele não curtia minhas poesias

Ele não curtia minhas poesias
Porque eram feitas de alegria
Ele só curtia os poemas
Que falavam de problemas

Ele não curtia minhas poesias
Pois saiam da minha alma
Ele não aprovava minhas cortesias
E sempre me pedia calma

Ele não curtia minhas poesias
Eu as enviava todo dia
Ele morreu de solidão
Com meus poemas em suas mãos

Ele não as curtia
Mas todo santo dia
Ele devotamente as lia
Com desejo de alegria!

Tomás de Aquino me ensinou


Eu desejo a salvação
Imploro em minha oração
Mostre-me minha vocação
Dai-me uma direção

Tomás de Aquino me ensinou:

 “Três coisa são necessárias:
 Saber o que deve crer
 Saber o que deve desejar
 Saber o que deve fazer”

 Eu creio em ti Senhor
 Desejo fazer tua vontade
 Quero saber viver teu amor
 Hoje e por toda eternidade!

segunda-feira, 12 de março de 2012

Overdose Religiosa


João vivia na religião
Alimentava-se de religião
Bebia e respirava religião
João não conheceu o Amor
Perdeu a família
Perdeu amigos
Perdeu os estudos
Perdeu a vida
Perdeu a fé
João morreu
De overdose de religião
Diagnóstico: fanatismo
João foi alimentar-se de mundo.



sexta-feira, 9 de março de 2012

Essência




                                              O essencial é invisível aos olhos,
                                              quase sempre não o percebemos,
                                              ou achamos que o encontramos.
                                              Porque fazemos dele uma adaptação
                                              agradável ao que penso e acredito.
                                              Mas ele está muito acima de tudo,
                                              muito além da razão e do pensamento.
                                              Extrapola até mesmo o sentimento.
                                              Ele não se esconde através da boa intenção.
                                              Ele não gosta de conveniências e aplausos.
                                              É muito fácil confundi-lo no prazer,
                                              na vaidade e no desejo de ser e ter.
                                              Sua imitação é como um camaleão,
                                              de diversas cores e tipos.
                                              Quase sempre querendo nos enganar.
                                              Sempre vem camuflado!
                                              Sua fala é mansa e ele é astuto.
                                              Possui ótima teoria e dialética.
                                              Transforma-se no que parece bom,
                                              para nos afastar do que faz bem.
                                              Comumente não vemos o essencial,
                                              onde realmente ele está.
                                              No fundo não queremos enxergar,
                                              para não assumir que estamos errados.
                                              O que queremos saber a seu respeito,
                                              já está dentro de nós.
                                              Optar pelo essencial é mais difícil
                                              do que enfrentar a própria idiotice.
                                              E convenhamos: o maior idiota
                                              é aquele que não quer enxergar!

segunda-feira, 5 de março de 2012

Qualidade de Vida




















Trago meu anseio,
pela busca da felicidade,
onde em meus devaneios,
almejo pela liberdade.
É tão subjetivo,
e mesmo tão pessoal,
esta minha visão de objetivo,
fruto da minha herança familiar e cultural.
Tão ligado à minha visão do mundo,
assim como tenho em relação à vida.
Não pode haver sonhos no submundo,
nem em uma sociedade tão ferida.
Como pode ser feliz e realizado
quem não tem o que comer, onde morar...
Se meu irmão pobre, ao meu lado
sem expectativas e desolado?
Eu quero ter o poder de escolha,
quero ser livre e poder voar!
Que a injustiça se recolha
para que todos possam sonhar.
É um constante mal-viver,
suscetíveis a tantas doenças,
raros momentos de felicidade e prazer!
Que o trabalho seja feito para o homem,
e não o contrário: numa inversão de valor.
Que eu seja família. Que eu tenha nome.
Que eu seja amigo e que eu viva o amor. 
Quero como um jardineiro lançar sementes:
gratuidade, reciprocidade, cooperação,
respeito à diversidade e ao meio ambiente;
complementaridade, solidariedade e união.
Quero florir e ver colorido meu universo.
Quero igualdade dos deveres e direitos.
Quero segurança e paz e não o inverso.
Que minha poesia fale de respeito.
Quero ser feliz no que faço,
mas quero também fazer o outro feliz:
através de um sorriso ou abraço.
Quero ser eternamente um aprendiz.
Que o mundo seja poluído
não desta poluição do mal,
mas de um conceito bem construído,
qualidade de vida: coletiva e individual.
Que eu tenha equilíbrio
do corpo, da alma e da mente.
Que eu tenha caráter e brio,
que eu aja sempre honestamente.
Devemos sempre buscar
a Vida com qualidade,
este Bem Maior,  assim respeitar,
 se queremos ser feliz de verdade!

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Máximas


Tem que amar
É simples
Mas não é fácil
Porém possível
Se for divino

Chegar é pela graça
Permanecer é pela fé
Partir é uma opção
Voltar é pela humildade
Quem parte
vai com a razão
Quem volta
vem pela conversão
Quando não pela dor
Quase nunca pelo amor

A melhor forma de acolher
É mantendo a porta sempre aberta
Para quem chega e para quem quer partir
Tanto quem entra como quem sai
Encontrará pastagem
já dizia o Bom Pastor.
Não somos donos de ninguém!
Só valoriza o prato que comeu
Aquele que um dia
A liberdade conheceu!

Muitos querem sinais
Poucos querem ser sinal!
Muita massa
Pouco fermento!
Pouco fermento
Muitas graças!

Para conhecer o Reino
É preciso ser pequeno
De alma e coração grande!
É uma decisão
De querer enxergar o essencial!
  

“Todo homem quer ser patrão
  Todo patrão quer ser rei
  Todo rei quer ser deus
  Só Deus quis ser homem”
   (escrito em uma lousa)

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Depressão



Longe de ser frescura

Tu és uma ternura

Pessoa servil

Tão gentil

Tão especial

Tão normal

Está doente

Também combatente

Não desista de lutar

Não desista de lhe amar

Não é estado deprimido

É um eu reprimido

Precisamos de paciência

Para acolher sua carência

Uma doença multifactorial

Que lhe faz tão mal

Você tentou ser forte

Por mais tempo que podia

Tentou toda sorte

Para sentir alegria

Vencida pelo cansaço

Aos pedaços

Não resista a sua dor

Aja por amor

Procure ajuda

Entreajuda

Você não está só

Levante o pó

Enfrente

Tente

Tenha fé

Não arrede o pé

Você vai voltar

Mais viva

Viva!