terça-feira, 28 de abril de 2015

Ladainha: Cadê Francisco de Assis?

Cadê o jovem Francisco de Assis?
Ele está onde estão os pequeninos!
Após renunciar toda riqueza,
fez do Amor seu único destino.
Francisco foi à igreja de São Damião
fazer o necessário e fez o impossível.
La renunciou tudo, para tudo receber.
Descobriu que o essencial é invisível!
Franscisco foi ouvir a voz de Cristo:
“restaura minha casa decadente”.
Foi vender mercadorias da loja do pai,
ao interpretar tal ordem erroneamente.
Pelo pai foi deserdado e repudiado,
uniu-se então à “irmã pobreza”,
para viver o ideal religioso.
Deus tornou-se sua riqueza!
Uniu-se a onze companheiros,
Tornando-se itinerantes missionários.
Orientava pregar o Evangelho
e usar a palavra se necessário!
Ele nos ensinou que “ninguém é tão perfeito
Que não tenha algo com outro a aprender
e, totalmente destituído de valores
que não possa ao irmão conceder”. 
Franscisco foi ao encontro de Clara:
Eros e Ágape, fascinação e transfiguração.
“Plantinha do bem aventurado pai Francisco”.
Separados na carne unidos na fé e no coração.
Franscisco foi ser instrumento de amor e paz.
 Viver a comunidade e a fraternidade
Esta procurando sua regra de vida que sumiu,
de pobreza, liberdade evangélica e humildade. 
São Francisco de Assis foi celebrar o Natal;
 inventou o presépio de palha com o menino Jesus,
a  Virgem Maria, José, um boi e um jumento vivos.
Para lembrar que é na humildade que existe a Luz!
Ele foi pregar no Monte Alverne, nos Alpeninos,
onde curvou-se diante da dor e da fragilidade.
 Recebeu no corpo as cincos chagas, a estigmatização.
Acolheu a “irmã morte” e viveu para eternidade!
Cadê Francisco hoje?
Foi abraçar Dom Helder Câmara,
com mil razões para viver.
Foi ser voz dos que não tem voz,
perfumar a alma de amor e bem querer.
Francisco abraçou João Paulo II
Que lhe disse com toda certeza:
“Jovem, você não teve medo de ser santo!
Proclamo-o patrono dos ecologistas e admirador da natureza!”
Foi andar a pé e de ônibus com Dom Casaldáliga,
fazer da justiça uma causa nobre.
Parou para comprar o anel de tucum,
 sinal da aliança com a causa indígena e os pobres.
Franscisco foi acolhido por Madre Teresa de Calcutá
e ouviu que o amor não tem preço
E que a falta dele é a maior pobreza.
Que ser uma gota de amor, tem de Deus seu apreço!
Ele viu matarem irmã Dorathy,
Armada apenas com a bíblia em mãos.
Ouviu de Mahatma Gandhi:
“O medo tem alguma utilidade, mas a covardia não”
Francisco mora na toca de Assis,
está na Missão Belém,
nos morros,  favelas e cortiços.
Mora nas comunidades de bem.
Franscisco está indignado
com a igreja da prosperidade;
denunciando com toda coragem:
“Prosperidade é a ausência de necessidades”
Franscisco de Assis está hoje lembrado,
nas tantas casas com seu nome,
acolhendo os pequeninos e desprezados
suprindo neles  a sede e a fome.
Francisco é povo, é gente como a gente!
Francisco é a verdadeira igreja,
 De todas as raças e crenças;
E que a seu exemplo, todos assim seja!
amém

03/2012

O Tempo é Hoje



Chegou a hora
o tempo é agora
o tempo que outrora
o tempo profetizou

Chegou a hora
para o mundo lá fora
certificar onde mora
o tempo que sonhou

Chegou a hora
da nova manobra
em meios às obras
que o tempo barrou.

Chegou a hora
de ir embora
pois a saudades chora
o tempo que passou.

Chegou a hora
da voz sonora
reconhecer embora
o tempo que amou.

Chegou a hora
do tempo que enamora
o amor que penhora
um tempo que parou.

Passou da hora
do tempo afora
que a fé ora
pelo tempo que chegou.

15-08-90 - GIL

Nesta Aliança


Quero aliar......

O Céu com a Terra
sendo agradecido.
O Tempo com o espaço
sendo presença.
A paixão com o amor
sendo fiel.
A tristeza com a alegria
sendo amigo.
O sonho com o real
sendo realização.
A morte com a vida
sendo eterno.
A razão com o sentimento
Sendo completo.
A masculinidade com a feminidade
sendo sensível.
O pecado com a graça
sendo criador.
A tua fé com a minha
Sendo crente.
O teu povo com o meu
sendo uma família.
A tua metade com a minha
sendo um só.
O teu ideal com o meu:
ser feliz!

O SINAL DAS MÃOS
COM A ALIANÇA NO CORAÇÃO;
CUMPRINDO A PROMESSA:
DE SEMPRE TE AMAR.

GIL 01-01-93 dia do noivado.

Amor ou paixão?

Paixão é o encanto pela vida.
Amor é a vida.
Paixão gera conflitos.
Amor gera soluções.
Paixão é agradecimento.
Amor é reconhecimento.
Paixão é um limite.
Amor é eternidade.
Paixão é ilusão.
Amor é real.
Paixão se ausenta.
Amor permanece.
Paixão é eu, você, as coisas...
Amor é nós.
Paixão é estático.
Amor se renova...cria...
Paixão escraviza.
Amor liberta.
Paixão cega.
Amor abre horizontes.
A paixão sonha.
O amor realiza.
Paixão gera medo.
Amor gera confiança.
Paixão é atração física.
Amor é atração total.
Paixão é monólogo.
Amor é diálogo.
Paixão vem do mundo.
Amor vem de Deus.
A paixão vê as cores da primavera.
O amor vê: as flores da primavera,
o sol do verão, o frio do inverno,
os frutos do outono.

Amar é estar apaixonado.
É estar encantado com a vida,
sendo a vida você.
É encarar os conflitos
junto com você.
É estar agradecido por
reconhecer em você a graça.
É respeitar o seu limite,
tornando-lhe única e eterna.
É poder saber que da minha ilusão
consegui tornar você real.
É sentir sua ausência
E pedir que fique.
É ver meu eu em você
E sentir que somos nós e que
tudo é nosso.
É parar no tempo... no espaço...
No pensamento... e ao mesmo tempo
Renovar... criar...
É estar escravizado em você
e sentir-se livre para lhe amar.
É estar cego para um outro
relacionamento por ter certeza que
você é o meu horizonte que se abre.
É viver sonhando com nossa realização.
É ter medo de lhe perder devido
a confiança que tenho em seu amor.
É sentir-me atraído pelo seu corpo
como parte íntegra do seu espírito,
da sua forma de ser.
É dizer a mim mesmo como eu lhe amo,
e por isso o quanto quero lhe falar.
É ver o mundo como um presente imenso
que Deus nos deu para nele vivermos
o amor.
É viver todas as estações do ano
com o colorido da primavera.
É dizer a você que estou apaixonado
por que lhe amo.

15/06/03
GIL

Tem gente que fala...



Tem gente que fala...

Tem gente que só fala de religião.
Tem gente que só fala de política.
Tem gente que só fala de futebol.
Tem gente que só fala de televisão.
Tem gente que só fala de internet.
Tem gente que só fala de mulher.
Tem gente que só fala de homem.
Tem gente que só fala de sexo.
Tem gente que só fala de família.
Tem gente que só fala dos filhos.
Tem gente que só fala de dinheiro.
Tem gente que só fala de comprar.
Tem gente que só fala de comer.
Tem gente que só fala de beber.
Tem gente que só fala de divertir.
Tem gente que só fala de trabalho.
Tem gente que só fala... fala... fala...

E por falar...

Tem gente que só fala de si mesma.
Tem gente que só fala dos outros.
Tem gente que só fala besteira.
Tem gente que fala sem pensar.
Tem gente que pensa e não fala.
Tem gente que fala doce.
Tem gente que tem fala amarga.
Tem gente que fala muito e diz pouco.
Tem gente que fala pouco e diz muito.

Tem gente que fala...

Tem gente que acha que fala.
Tem gente que não fala.
Tem gente que não sabe o que fala.
Tem gente que fala "pelos cotovelos".
Tem gente que fala pra dentro.
Tem gente que paga pra falar.
Tem gente que paga para não falar.
Tem gente que cobra pra falar.
Tem gente que não deixa o outro falar.
Tem gente que deveria falar.
Tem gente que deveria calar.
Tem gente que para pra falar.
Tem gente que não para de falar.
Eu não consigo terminar
não paro de tagarelar.

Ainda bem que ao nosso lado
tem gente como a gente!
Pois sem você a vida seria um tédio!!!
Fala sério!

Gil 05/11/2010

Professora



PROFESSORA

Ainda pequenina o mundo lhe parecia tão grande,
tudo era meio confuso e difícil de entender...
Sentadinha naquela carteira você pareceu gigante
ela ficou encantada: da onde veio e quem era este ser?

Depois deste dia ela já não era a mesma menininha,
aprendeu a magia das letras e do saber ler e escrever.
Nunca na vida imaginava que avistaria uma fadinha
de bondade e de ternura que só vendo para crer.

Minha menininha descobriu um mundo maravilhoso.
Por onde andava e passava; seus olhos punham a crescer.
Estampava no rosto a felicidade e com gesto carinhoso
lia as placas, os avisos, os livros, os gibis sem esmorecer.

Se antes parecia ser tão grande o mundo e você,
agora parece que tudo ficou maior e pôs-se a crescer,
os horizontes se abriram e ela não pode deixar de vê
que com a magia do conhecimento era possível entender

No mundo encantado das letras, eu a vejo sonhando.
Nas contas e histórias ela não para de aprender.
Com um livro na mão, o tempo todo viajando.
Ziraldo e tantos outros, que dá gosto de ver.

Um dia minha menininha não será mais criança
Deixará de brincar de boneca, de amarelinha e de balança...
Mas o que ela jamais apagará da sua lembrança
é a gratidão e amor pela sua professora de infância.


gil 11/07

Sem Inspiração


Sem Inspiração

Não havia inspiração para poesia,
mas havia muito alegria,
deixei que meu sentimento
tomasse conta do momento.
Com o lápis e o papel,
o pé no chão e a cabeça no céu,
escrevi o que me parece um poema
sem pé, sem cabeça, sem tema.
Não havia montanhas, campos e flores...
nenhum cenário cheio de cores.
Um ambiente bem pouco apropriado
pra se escrever um poema apaixonado.
Mas o dia é especial
apesar de não ter sido notícia no jornal.
Busquei no fundo da alma
a necessária calma
e no fundo do coração
a desejada inspiração.
Acabei encontrando o que queria:
Você! A mais bela poesia!
O poema que Deus escreveu
no coração deste admirador seu.
Consigo ver o cenário à frente
e o tema já me vem à mente:
Uma linda garotinha nascendo, eis o cenário
e um tema bem apropriado: “Feliz Aniversário”

Gil 20/10/93

Dor



Olá minha irmã!

Viestes me visitar

e trouxestes a experiência

que tanto preciso para amar.



Olá minha irmã!

Pensei que tivesses algo contra mim,

que me odiastes,

mas me ensinou a ser assim.



Olá minha irmã!

Me fez enxergar a amizade,

me fez ver o que vale a pena.

Ensinou-me o caminho da humildade.



Olá minha irmã!

Viestes com tua correção.

Achei que não iria suportar,

porém libertastes meu coração.



Olá minha irmã!

Tenho dúvidas de quem te enviou,

mas só posso agradecer,

pois tua sabedoria me sustentou.



Adeus minha irmã!

Espero que não volte tão já.

Que eu tenha aprendido.

Agora sou feliz! Vá!

quinta-feira, 2 de abril de 2015

Espinheiro

Politicagem virou política.
Política virou ingenuidade.
A cidade foi descuidada,
ela já não pertence ao cidadão.
O homem é um animal apolítico.
O poder não está a serviço.
Não existe o bem comum.
Não há espaço na política,
está preenchido pela politicagem.
A nação é conduzida
pela ignorância da nação.
Uma nação sem consciência
protesta contra si própria.
A democracia aparente
virou ditadura velada.
Sua origem está na perversidade.
O homem é um meio e não um fim.
Se a política é liberdade,
a politicagem é a prisão.
Não há ódio e nem amor.
Há apenas interesses,
instrumentos e inimigos.
Perda de tempo é
fazer política para inúteis.